Curta a nossa página!

sábado, 3 de agosto de 2013

A IMPORTÂNCIA DE UM SIMPLES QUEBRA-CABEÇA.





COSTUMO SEMPRE TRABALHAR COM JOGOS EM SALA DE AULA E UM DOS JOGOS QUE GOSTO É O QUEBRA-CABEÇA, POIS DESENVOLVE VÁRIAS HABILIDADES NAS CRIANÇAS. 

PESQUISANDO SOBRE QUEBRA-CABEÇA VI ESSA MATÉRIA NO BLOG DA MAGAZINE LUIZA (LÚ EXPLICA) E ACHEI SUPER IMPORTANTE AS INFORMAÇÕES E TROUXE PARA VOCÊS, POIS É MUITO BOM SABER O QUE UM SIMPLES QUEBRA-CABEÇA PODE FAZER PARA AS NOSSAS CRIANÇAS AVANÇAREM EM DIVERSAS MODALIDADES. 

ESPERO QUE GOSTEM... JOELMA COUTO. 


Para desenvolver nas crianças as habilidades motoras, visuais, sociais e cognitivas!



No processo de formação educacional e cognitiva de uma criança, percebe-se a importância dos quebra-cabeças no desenvolvimento físico, neurológico, psicomotor, capacidade de concentração, noção espacial, percepção visual e aumento de conhecimento sobre diversos assuntos. Alguns estudiosos afirmam, inclusive, que este brinquedo auxilia também em processos de amadurecimento e resolução de questões de cunho psicológico.

O quebra-cabeças funciona como fonte de informação e enriquecimento para os cérebros de todas idades. Mas é na infância que ele cumpre seu papel de maneira mais eficaz.

 Quebra-cabeças podem e devem ser utilizados com objetivo educativo, com conteúdo específico, voltado ao ensino de informações básicas como, por exemplo, cores, letras do alfabeto, meios de transporte, carreiras e profissões, animais, etc. Se bem desenvolvidos e fabricados, estes produtos de qualidade são ideais para combinar educação com diversão.


A pesquisadora norte-americana Marlene Barron, chefe da Escola Montessoriana do West Side, em Nova Iorque, realizou uma experiência desafiando crianças de três e quatro anos de idade a montarem quebra-cabeças de 100 a 300 peças e os resultados foram surpreendentes. Segundo ela, a experiência foi um sucesso, inclusive no âmbito de inclusão social, já que as crianças "compartilhavam suas estratégias com seus parceiros”.
Ainda segundo Marlene, "montar quebra-cabeças é uma atividade social riquíssima pois induz o diálogo acerca do processo, sobre a história apresentada na imagem a ser montada e sobre experiências pessoais das crianças ligadas à imagem do quebra-cabeça”. Para ela, trabalhar com quebra-cabeças mais elaborados é uma atividade que as crianças podem fazer em casa também.
Conforme as crianças vão crescendo, o interesse delas pode e tende a se concentrar em quebra-cabeças em assuntos curiosos para eles, como esportes, animais e astronomia. Já para crianças um pouco mais velhas, com idades entre 10 e 13 anos, quebra-cabeças que desafiem suas inteligências e exijam grande poder de concentração para resolução de problemas estão entre os preferidos da meninada.



Abaixo, seguem algumas características reforçadas com o hábito de se montar quebra-cabeças:
- Desenvolvimento das Habilidades Cognitivas: quebra-cabeças melhoram a capacidade de uma criança em resolver problemas, aumentam o raciocínio e elevam suas habilidades. Este hábito os auxilia a enxergar diferentes pontos de vista sobre determinado assunto ou relação, melhora sua percepção visual, espacial e sua sensibilidade. Dependendo do tema escolhido no quebra-cabeça, pode ensina-los de maneira contundente números, letras, cores, animais, etc;
- Desenvolvimento das Habilidades Motoras Refinadas: quebra-cabeças são divertidas maneiras de se melhorar as habilidades motoras mais delicadas, que exijam mais firmeza nas mãos.
- Desenvolvimento de Coordenação Motora e Visual: enquanto a criança tenta encaixar uma peça no quebra-cabeça, ela está manipulando este pedaço do brinquedo para ver onde ele se encaixa. A ação conjunta de sua mão com o olho, ambos trabalhando de maneira coordenada, são extremamente benéficas e altamente reforçadas através deste processo de tentativa, erro e acerto.
- Desenvolvimento de Habilidades Sociais: quebra-cabeças podem ser montados sem a presença de outra pessoa. Entretanto, são um ótimo instrumento de socialização e cooperação com o próximo na hora de brincar. A criança pode abrir o diálogo com outra pessoa que esteja próxima ao pedir, por exemplo, para que uma peça seja passada a ele ou perguntar sobre uma peça que não esteja se encaixando no lugar alvo da tentativa. Estas ações induzem ao trabalho em equipe e faz com que a crianças saiba lidar com situações frustantes, caso a peça não se encaixe.




E AQUI COMO NÃO PODERIA DEIXAR DE REGISTRAR MAIS UMA ATIVIDADE COM MINHA TURMA, ALÉM DA BRINCADEIRA E O PRAZER DE ESTAR CONFECCIONANDO UM BRINQUEDO ELES TRABALHARAM TAMBÉM COM PINTURA, COLAGEM E RECORTE. FOI MUITO BOM ESSE DIA, PERCEBI A ALEGRIA DA TURMA EM FAZER UMA ATIVIDADE DIFERENTE SEM FUGIR DO CONTEÚDO. ESSE TIPO DE ATIVIDADE FAZ A CRIANÇA PERCEBER QUE ESCOLA NÃO É SÓ PAPEL, LÁPIS, QUADRO E UM PROFESSOR APENAS FALANDO, PRECISAMOS LEVAR NOSSOS ALUNOS A TER PRAZER EM IR PARA A ESCOLA. DAÍ A NECESSIDADE DE TRABALHAR COM RECURSOS DIFERENTES AOS TRADICIONAIS. 

TURMA MARAVILHOSA ... OBRIGADA MEU DEUS POR TUDO. 
















Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Folheados