Curta a nossa página!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

HISTÓRIA DE ALAGOAS! DIA 16 DE SETEMBRO EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO ESTADO DE ALAGOAS.


Estado de Alagoas

Localizado na Região Nordeste, Alagoas abriga um litoral rico em belezas naturais, cheio de áreas de mangue e lagoas, que pode ser percorrido pela BR-101 A estrada acompanha toda a costa. desde a foz do rio São Francisco, que desenha a fronteira sul do Estado com Sergipe, até o norte, entrando em Pernambuco.

Alagoas depende das grandes plantações de cana-de-açúcar, que se estendem do litoral á Zona da Mata, sendo o maior produtor de cana do Nordeste, com 28 milhões de toneladas, em 2001 Alagoas só fica atrás de São Paulo no ranking nacional Mais de 90% da exportação do estado sai dos canaviais, 75% em açúcar, 17% em álcool.

Além da cana, as culturas agrícolas de importância para o Estado são algodão, fumo, mandioca, milho e coco, possuindo uma renda per capita um pouco abaixo da média do país.

Na última década, cresceu a atividade do turismo, sendo construídos vários hotéis, pousadas, bem como desenvolvidos planos e programas de incentivo ao turista. O principal destino dos turistas no Estado não é, apenas, a cidade de Maceió, pois outras cidades como Barra de São Miguel, Barra de Santo Antonio, Paripueira, Marechal Deodoro e a histórica cidade de Penedo, também, são visitadas pelos que fazem turismo em Alagoas.

Praias belíssimas e culinária rica e diversificada, à base de frutos do mar, são os principais atrativos. Como prato típico do litoral é oferecido o sururu, espécie de marisco retirado do fundo das lagoas Manguaba e Mundaú.

O Estado desenvolveu e consolidou sua economia, baseada nos engenhos de açúcar e na criação de gado, em que predominava o trabalho escravo de negros e mestiços. Entre os séculos XVI e XVII, piratas estrangeiros atacam sua costa, atraídos pelo pau-brasil, e a região é invadida pelos holandeses. Para manter o domínio do território, os colonizadores entram em choque com os nativos e dizimam tribos indígenas e hostis, como os caetés A partir do fim do século XVI, Alagoas e Pernambuco sediam o mais importante centro de resistência dos negros, o Ouilombo dos Palmares, destruído em 1694 por Domingos Jorge Velho, após quase um século de existência, na Serra da Barriga no Município de União dos Palmares-AL terra do Zumbi.

Na maior parte do período colonial, Alagoas pertenceu á capitania de Pernambuco Tornou-se comarca em 1711 e separou-se em 1817, para se transformar em capitania autônoma A separação foi uma espécie de represália do governo central à Revolta Pernambucana Com a independência do Brasil, em 1822, é convertida em província. Em 1839, Maceió passou a ser a nova capital, em substituição à cidade de Alagoas. Hoje denominada de Marechal Deodoro Mesmo no período republicano, Alagoas manteve as características econômicas e sociais de seu passado colônia, mantendo uma economia agrícola da Zona da Mata e do Agreste e, paralelamente, desenvolvendo o setor industrial, com investimentos na exploração de petróleo e do sal-gema e em outras indústrias de médio e pequeno porte.

DADOS GERAIS

GEOGRAFIA Área 2 7.818.5 km2 Relevo: planície litorânea, planalto a N e depressão no centro Ponto mais elevado: Serra Santa Cruz (844 m) Principais Rios: São Francisco, Mundaú e Paraíba. Com 102 Municípios, sendo os mais populosos: Maceió (796 842). Arapiraca (186 356). Palmeira dos Índios (68.002), Rio Largo (62 408), União dos Palmares (58 608), Penedo (56 970), São Miguel dos Campos (51.433), Corunpe (48.635).

POPULAÇÃO —2.819 (2000) Densidade: 101,3 hab 1km2 (2000) Cresc. dem.: 1,3% ao ano (1991-2000)..

FONTE: TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS,

2 comentários:

  1. Seu blog realmente me ajudou muito na aula sobre a Emancipação Política de Alagoas ainda bem que o conheci a tempo . Parabéns !

    ResponderExcluir
  2. Seu blog realmente me ajudou muito na aula sobre a Emancipação Política de Alagoas ainda bem que o conheci a tempo . Parabéns !

    ResponderExcluir

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Folheados