Curta a nossa página!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Teatro sobre a Páscoa.

TEATRO SOBRE A PÁSCOA

Teatro sobre a Páscoa
Peça que mostra a história da saída do povo do Egito; Baseada no texto bíblico e ancorado pelo narrador, a peça mostra a escravidão do povo, as providências de Deus para retirar seu povo, pragas, e a travessia...

PERSONAGENS:
Moisés
Faraó
Mágico
Homens , mulheres e crianças egípcias
Homens, mulheres e crianças israelitas
Soldados egípcios
Rebanho (vaca, cavalo e ovelha)
Sapo
Anjo do Senhor

NARRADOR: Depois que José entrou no Egito e se tornou o segundo no governo, logo abaixo só de Faraó, ele mandou buscar seu pai Israel e seus irmãos. Eles viveram por muitos anos em harmonia e prosperidade na terra do Egito, sendo convidados do próprio Faraó. Mas depois de muito tempo, José veio a morrer e Faraó também. O próximo Faraó não foi tão camarada quanto o primeiro e terminou por escravizar todos os filhos de Israel que habitavam nas terras do Egito. Assim sendo os israelitas trabalhavam para Faraó, produzindo tijolos.
CENA
Entram os trabalhadores israelitas, produzindo os tijolos e depois vêm os soldados, com chicotes, açoitam os trabalhadores e saem do palco.
NARRADOR: Havia um homem israelita, temente a Deus, chamado MOISÉS: , que apesar de ter sido adotado, criado e ensinado pela filha do Faraó, decidiu viver junto ao seu povo, sem privilégio, abandonando o conforto do palácio e era pastor de ovelhas, cuidando do rebanho de seu sogro.
CENA
Entram Moisés e as ovelhas.
NARRADOR: Quando o Senhor, Deus de Israel falou com MOISÉS: . (Moisés de joelhos)
“Moisés, ouvi o clamor do meu povo. Vejo a aflição do meu povo, vejo como o Egito escraviza meu povo , no trabalho pesado. Agora vai até Faraó e dize : Deixa Israel ir para a terra prometida, prometida para Abraão, Isaque e Jacó. Deixa Israel ir e adorar o seu Deus”.
CENA
Quando Deus termina de falar, Moisés se levanta e sai de cena.
CENA
Entra faraó e seu mágico no palco e sentam na cadeira (colocada no centro – ouve-se som de marcha) Entra MOISÉS:
FARAÓ(curioso): Que queres ???
MOISÉS: Dize o Senhor, deixa Israel ir, para me adorar e viver feliz.
Faraó e mágico se olham e começam a rir.
FARAÓ(determinado): Nunca, nunca deixarei partir Israel.
MOISÉS: Então o Senhor Deus castigará a terra do Egito.
Moisés sai. Faraó e mágico ficam sentados, as próximas cenas ocorrerão à frente deles.
NARRADOR: E para se cumprir a promessa, Deus enviou uma praga sobre a água na terra do Egito. Tornando-a em sangue.
CENA
Mágico serve água para Faraó, sem perceber que está vermelha, faraó joga fora o copo.
Entra Moisés no palco, novamente. Fica na frente do faraó
MOISÉS: Dize o Senhor, deixa ir Israel para me adorar.
FARAÓ: Não, nunca, nunca deixarei.
MOISÉS: Então virá o castigo do Senhor.
Sai Moisés . Entram as rãs.
NARRADOR: Encheu então a terra do Egito de rãs. Faraó chamou MOISÉS: e disse que deixaria ir Israel. Deus retirou o castigo das rãs. Mas era mentira.
CENA
Israelitas preparam seus pertences para saírem mas chegam os soldados e impedem. Saem os soldados e os israelitas.
NARRADOR: Faraó endureceu seu coração e não deixou Israel partir. Então Deus enviou nova praga sobre o Egito. Praga de piolhos.
CENA
Faraó e mágico se coçam. Soldados se coçam. Cabeça e corpo.
NARRADOR: Continuou Faraó obstinado. Então veio a praga das moscas.
CENA.
No palco, faraó, mágico e soldados começam a “caçar moscas” no ar. Se tivermos som de moscas, melhor será. Depois de algum tempo, param de “caçar moscas”, e entram no palco as vaquinhas, ovelhas e cavalos. Ficam no meio do palco.
NARRADOR: Então veio praga sobre o rebanho do Egito
CENA
Os animais caem no chão. Faraó e mágico, e os egípcios olham para os animais assustados. Depois os soldados e os egípcios retiram os animais do palco.
NARRADOR: Mas faraó continuou duro na sua decisão, então veio doenças sobre as pessoas.
CENA
Entram as pessoas. As pessoas começam a cair de dor. Saem as pessoas.
NARRADOR: Faraó não arredara de sua decisão. Então Deus enviou mais duas pragas uma forte tempestade e uma nuvem de gafanhotos, que acabaram com a lavoura dos egípcios
CENA
Entra um egípcio, choroso, com um pé de milho todo quebrado. Exibe para o público e para faraó. Sai do palco.
NARRADOR: Teimoso, faraó não cedeu. Então Deus retira o sol do céu, e a terra do Egito ficou no escuro por três dias.
CENA
Entram as pessoas, aparecem tateando no ar. Para representar escuridão e cegueira. Saem as pessoas. Entra Moisés .
MOISÉS: Dize o Senhor, deixa ir Israel para me adorar.
FARAÓ: Só se deixarem seus rebanhos.
MOISÉS: Levaremos tudo que é nosso.
FARAÓ: Não deixarei . Nunca.
MOISÉS: Então todo o primogênito do Egito será ferido de morte, pelo anjo do Senhor.
CENA
Sai Moisés. Entram os egípcios, entram os israelitas, todos com os filhos, cada família de um lado do palco. Os soldados vão para a porta da igreja.
NARRADOR: Então para que o anjo do Senhor não ferisse os primogênitos da casa de Israel, foi ordenado que fosse colocado um sinal na ombreira da porta; uma marca de sangue de cordeiro. Na case do israelita mostra-se este ato. Usa-se um algidão ensopado em tempera.
CENA
Entra o anjo, empunhando a espada. Vai até o centro do palco, olha para o público, vira-se para a casa do Egito, e chega perto da porta e o primogênito cai, os pais começam a chorar. Depois vai até a porta de Israel, olha para cima, e sai , indo até a casa do faraó. Cai o filho do faraó. Começa a chorar o faraó junto com o mágico. Saem os egípcios e faraó e mágico. Levando as crianças mortas.
NARRADOR: Faraó e o povo do Egito disseram “saiam os Israelitas do nosso meio, e vão para a sua terra prometida”
CENA
Os israelitas e seu rebanho saem , em grande alegria. Com MOISÉS: à frente, vão até o meio do corredor da igreja, dão a volta. Troca-se o cenário. Coloca-se o cenário do Mar Vermelho. Vem até a frente do mar e param.
NARRADOR: Deu ordens Faraó para que seus soldados alcançassem Israel e os ferissem de morte. MOISÉS: e o povo pararam em frente ao mar.
(som de marcha – os soldados ficam mais perto)
Então, Deus disse : Moisés fere as águas com teu cajado. Moisés obedeceu e o mar se abriu, o povo passou. (abre-se o cenário do mar)
CENA
Os israelitas passam, e quando chegam os soldados, o cenário do mar é fechado novamente, os soldados caem . Derruba-se o cenário do mar para mostrar o povo de Israel. Muita festa, ovação. Depois silêncio.
NARRADOR: Assim como mandamento perpétuo, os israelitas comemoram até hoje a páscoa, o Passah, ou passagem, como um dia de grande livramento e alegria, que o Senhor Deus providenciou para o seu povo que Nele creu e o buscou.
CENA
Todos vão à frente.
fonte: Edma ferreira - professores solidários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Folheados